Análise Semanal de Renda Fixa
15/02/2019 à 22/03/2019

Semana 35

Comentários da semana para Renda Fixa

Semana de ajustes nas Curvas de Juros que embutiram prêmios com a piora dos cenários doméstico e externo. Bolsas em queda, Ibov caiu fortemente, depois de atingir o topo histórico. Riscos (CDS e VIX) subiram acentuadamente. Câmbio subiu e Juros americanos com forte queda.

Noticiário de mercado:

Mundo:

Nos EUA, o destaque veio da postura muito branda em relação aos juros (ultradovish) do FED na reunião do FOMC que manteve os juros na faixa de 2,25% a 2,5%, diminuindo as projeções de duas altas para zero em 2019. Powell relatou que a economia americana está em boas condições, mas demonstrou preocupações com o Brexit, a guerra comercial e a desaceleração global, cortando as previsões de PIB e inflação e aumentando as projeções para desemprego.

A Guerra comercial permanece com muitas interrogações, muito embora as negociações seguem com a visita dos EUA à China agendada para final de março.

O Brexit retomou ao primeiro plano de negociação com a UE propondo a extensão do prazo de saída, entretanto só será aceito caso o Congresso britânico aprove o acordo já negociado com Thereza May.

Na Europa, decepção com a queda do PMIs do bloco.

Brasil:

Até quarta o mercado esteve em alta com a nossa Bolsa atingindo os 100K.

O Copom manteve a taxa a 6,5% a.a. como esperado. O novo presidente foi coerente ao seu discurso do Senado na sabatina.

A prisão de Temer trouxe preocupações quanto a capacidade do governo em relação às negociações da Reforma da Previdência junto ao Congresso.

A IBC-BR teve queda de -0,4% em janeiro (consenso de -0,2%) o que sugere um primeiro trimestre ainda fraco para atividade.

A CNI divulgou o índice de confiança da indústria que teve queda em março depois de uma sequência de altas.

 

Principais indicadores para acompanhamento da Renda Fixa

Estruturas a Termo de Taxas de Juros Anbima (Curvas de Juros)

Gráfico de Retorno versus Risco Renda Fixa - Tesouro Direto

Rendimentos da Renda Fixa nominais brutos do Tesouro Direto, Poupança, Ibovespa, Dólar e CDI

Volatilidade da Renda Fixa (Risco de Mercado) Tesouro Direto, Ibovespa e Dólar

Características do Tesouro Direto: Taxa de Compra, Preço de Compra, Duration(Duração), Duração Modificada, DV01 e Volatilidade(Desvio padrão últimos 21 úteis)